segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Apresentação de Tatijuníscio.


"Tentar e errar, mas nunca desistir de tentar." Essa foi a frase que escrevi na capa do meu roteiro da peça Tatijuníscio. Não havia nenhuma outra frase que eu conhecesse que se encaixasse mais perfeitamente no momento que eu ensaiava, todas as horas do dia, para o papel mais maluco, sem noção da minha vida. Na verdade, um personagem muito especial e difícil e que, na maioria das vezes, sugava toda a minha energia. Erros, acertos, idéias, conversas intermináveis... Todo esse período foi muito especial. Senti que houve mudanças no meu modo de interpretar, mudanças essas que me deixaram, digamos que, um pouco melhor que antes. Quando pus as mãos no roteiro e li o que Tita dizia para mim, logo vi que teria de construir algo bom, que valesse a pena. Tita é um menino que não pegava ninguém. Como o faria? Ele era tímido e amava uma menina. Ousei nas mãos, no olhar, no modo de falar. Achei que seria perfeito se todos esses elementos fizessem parte deste menino. Deu certo. Subi no palco, sentei no grande banco de madeira e num instante Tita já fazia parte de mim. Luzes mágicas queimavam meus olhos, vozes me rodeavam, a primeira cena começara. E assim foi o resto das outras, perfeito. Mais um trabalho realizado ao lado de atores e atrizes ótimos, de amigos... Muito obrigado por tudo que acontecera. Agradeço pela responsabilidade que pusera em mim, agradeço a você, Tammy Luciano, diretora e escritora da peça Tatijuníscio, pelo papel. Fora um trabalho maravilhoso que espero repetir ainda este ano.

Esse ano é um ano novo, tarefas novas, rotina nova. Livros novos, peças novas...

Vida nova.


Veja mais fotos da peça em Galeria

3 comentários:

Tammy disse...

Lucas, eu amei imensamente trabalhar com você. Parabéns pela determinação, talento e toda a realização do trabalho. Você foi demais e mostrou que tem um caminho teatral vindo na sua direção.
Eu que agradeço e espero que a gente possa sempre trabalhar junto. Isso é um conviteeeeeeee!
Bjinhos. Tammy

pushy' disse...

Ai ja tinha me arrependido de não ter ido,depois de ter lido esse lindo comentário me arrependi mais!
poxa espero que vc me perdoe...
estou te devendo uma peça heim !!!
beijão amigo saudades'

Anônimo disse...

oi!!adorei quando voce que e uma flor dessabrochando as vezes eu tanbem min sinto asssin tentando suportar um novo dia .a procura di um novo lugar para sorrir como si o dia não acabasse e os sonhos calvagan por ruas estreitas de msus sonhos perdida na solidão e com muitos motivos para sorir em um lugar cheio de pessoas mais vazio ao mesmo tenpo lutando contra um cina chamada destino ja traçado...bjokas